25/06/2018

Currículo profissional: Saiba como se destacar!

Por Sheila Marciani Geraldo

O currículo profissional é o nosso cartão de visita no meio empresarial. Portanto, deve nos representar da melhor maneira possível. Saiba o que é realmente importante cuidar na edição do seu currículo.

Desenho analisando um currículo

Dados que não podem faltar e merecem destaque:

O primeiro passo na construção do currículo são os dados pessoais. O cabeçalho do seu currículo deve ser seu nome completo, com destaque. Aumente o tamanho da fonte e coloque em negrito. Logo em seguida deixe claro onde o recrutador poderá lhe encontrar. Telefone e e-mail são essenciais. Cuide para que seu e-mail seja formal e claro, sem muitos traços e diminutivos. A linguagem e ortografia adequada são fundamentais. Dados como CPF e RG não devem ser colocados. Caso você possua carteira de habilitação é interessante colocar. Poderá ser um diferencial.

Objetivos no currículo: como assim?

Pessoa pensando em o que colocar nos objetivos

Os objetivos são o “bicho papão” de todos na hora de preencher um currículo. Os seus objetivos dirão quem você é, o quanto está preparado para aquela vaga e quanto está interessado em prosperar tanto profissionalmente quanto pessoalmente. Isso mesmo, sua escrita diz muito sobre você, e a escrita dos objetivos são uma ótima análise disso.

Coloque de forma clara o que você procura na vida profissional e fuja das frases clichês de “procuro uma colocação para desempenhar as habilidades adquiridas durante o curso tal ou ensino médio”. Primeiro que ninguém adquire nem conhecimento nem experiência. Você constrói tais competências ao longo de sua jornada. Segundo, mostre criatividade e originalidade, e, se destacará em meio a tantos currículos.

Em resumo trata-se de um texto curto onde o candidato informa a área de atuação e suas expectativas profissionais.

Formação Acadêmica

Pessoas se formando

Logo após os objetivos, deve vir a formação acadêmica, ou seja, a educação formal. Ensino Médio, Graduação, Pós-Graduação e assim sucessivamente. Neste tópico encontramos muitos erros em currículos. Por exemplo, se você está concluindo o Ensino Médio ou já concluiu quer dizer que obviamente já passou pelo Ensino Fundamental, sendo que é necessária uma sequência para ir avançando na educação formal. Isso vale para a graduação, se você estiver cursando uma graduação não há necessidade de mencionar o Ensino Médio em seu currículo.

Claro que, se a instituição de ensino for referência, em alguns casos pode-se colocar mencionando tal fato. E ainda, se você estiver cursando um Técnico Nível Médio juntamente com o Ensino Médio, este poderá ser mencionado no currículo. Lembre-se sempre de colocar as informações em seu currículo começando com a mais recente. O recrutador quer saber o que você está fazendo ou que formação você tem hoje e não a 5 anos atrás.

Os cursos livres ou profissionalizantes não devem aparecer nesta seção, mais a frente lhe indico o lugar adequado.

Experiências Profissionais

As experiências profissionais geram dúvida em qualquer construção de currículo. E realmente depende muito do seu perfil e qual a vaga deseja encontrar com o seu currículo para então encontrar a melhor forma de expor as experiências até o momento.

Se você está procurando o primeiro emprego, deve destacar suas qualidades e habilidades. Poderá também mencionar em seu currículo os estágios que desempenhara na sua formação, bem como projetos sociais, bolsas de estudos e trabalhos voluntários. Isso mostra que você é dedicado e busca algo maior do que apenas cumprir sua jornada de trabalho e receber a remuneração no final do mês.

Se o seu caso não é o primeiro emprego, deve sim colocar suas experiências profissionais até o momento. Quando buscar uma vaga específica, filtre suas experiências para as que mais se encaixam com a vaga. Quando a busca é mais ampla, coloque as três últimas experiências. Lembrando que sempre a mais recente deve vir primeiro.

Cuide para quando descrever as experiências, sejam elas remuneradas ou não, cite alguns quesitos importantes: O nome da empresa onde você trabalhou, o período que trabalhou, qual a sua função – com uma breve descrição da sua rotina de trabalho, citando quais as suas responsabilidades-. Caso você tenha sido promovido no período que esteve nesta empresa, mencione tal promoção.

Qualificações e Atividades complementares

Currículo profissional sendo escolhido

Lembra que mencionei um lugar mais adequado para inserir os cursos livres ou profissionalizantes? Este é o lugar. O próximo subtítulo do seu currículo é Qualificações e atividade complementares. Neste subtítulo você poderá colocar os cursos profissionalizantes que frequentou até o momento.

Sempre coloque do mais recente para o mais antigo, descrevendo qual curso, o nome da instituição onde realizou, a carga horária e o período. No caso de curso de idioma, lembre-se de colocar qual o seu grau de proficiência naquele idioma.

Neste campo você poderá descrever também os seus estudos independentes. Como assim? Isso mesmo, aquilo que você aprendeu por conta própria, de forma autodidata. Mas não omita nenhuma informação, descreva o que você realmente tem habilidade e conhecimento.

Informações adicionais

Estamos quase concluindo o currículo, esta opção é facultativa. Nela você poderá descrever algo que ainda não teve oportunidade de citar durante o currículo, como disponibilidade de horários, de trocar de cidade ou trabalhar aos finais de semana e feriados. Mas lembre-se de mencionar apenas o que você realmente está disposto a realizar, para depois não se arrepender.

Ufa!! Chegamos ao final. São muitos os detalhes a cuidar na elaboração de um bom currículo profissional, mas lhe garanto que surtirá efeitos positivos em sua busca. Este modelo de título sendo o seu nome e subtítulos sendo os demais tópicos a serem seguidos não é um modelo único, apenas um dos que você pode utilizar. O importante é o que colocar em cada um desses tópicos e como dispor as informações.

OBS.: A foto em um currículo profissional não é obrigatória. Mas se a empresa solicitar junto ao currículo, você deve optar por uma foto formal, não aquela tirada na balada.

Agora que você já tem as principais dicas para construir seu currículo, precisa de um software para construí-lo.

Abaixo segue um link sobre o Pacote Office que poderá lhe ajudar.

Word, Excel, Power Point: porque fazer um Curso Pacote Office?

Se você não tem a menor ideia de por onde começar, não se preocupe. A Casatec tem cursos sobre ferramentas para ajudar a construir e ainda pode dar um up no seu currículo.

Mas agora me conte, como é o seu currículo? O que você acha importante mencionar?

Talvez você também goste...