08/02/2021

Informática: o grande abismo dos concursos

Por Luhan Pietro Struecker

Não é de hoje que a informática está sendo cobrada cada vez mais em concursos de todas as categorias, e de forma cada vez mais expressiva, sendo usada também como disciplina para corte de aprovados.

Pensando nisso, a Casatec pensou em como poderia ajudar os concurseiros a melhorarem suas taxas de aprovação não deixando passar despercebido essa disciplina que, sorrateiramente, reprova e exclui candidatos.

Afinal, o que devo estudar?

A resposta é: depende. Alguns fatores devem ser analisados antes de responder essa pergunta: qual concurso está sendo visado? Ao definir o concurso, é importantíssimo saber qual a banca aplicadora. Cada banca possui uma preferência por categorias e metodologia de pergunta. Esses são alguns pontos fundamentais antes de sair estudando!

Mas, e se a banca ainda não foi escolhida?

Geralmente existe uma concorrência das principais bancas – mais ou menos – dividida por estado. Aqui no Rio Grande do Sul existe uma atuação bem forte das bancas CESPE, LEGALLE, FUNDATEC, OBJETIVA e La Salle.

Banca escolhida, porém, sem edital definido, o que devo estudar?

A melhor solução é pesquisar os editais anteriores da banca para encontrar o que foi cobrado no concurso. Raramente os editais sofrem modificações abruptas, passando geralmente por atualizações – principalmente na informática. Outra dica importante é procurar provas anteriores e resolver suas questões. Muitas das questões são reutilizadas em provas futuras.

De forma geral, o que devo estudar em informática? Existe uma macroestrutura?

Sim. Com base nas pesquisas em provas e banco de questões, existe uma predisposição de assuntos recorrentes em concursos. Em primeiro lugar, estão as perguntas sobre sistema operacional, mais precisamente, Windows e Linux. Em segundo, como já esperado, estão questões que tratam do uso do Microsoft Excel. Seguindo o fluxo, o Microsoft Word aparece em terceiro lugar. Em quarto, estão questões sobre internet e seus principais navegadores: Google Chrome e Mozilla Firefox. Hardware e seus dispositivos aparece em quinto lugar com menor expressividade. Tendo domínio sobre esses assuntos, boa parte da prova vai estar dominada!

Claro que, sempre é sugerido que o aluno/concurseiro tenha uma boa noção de hardware e software, e paralelamente a isso, o domínio do inglês pode ser um ótimo diferencial, visto que, grande parte dos termos não são traduzidos.

Em quais concursos cai Informática?

Com a pandemia, houve um crescimento expressivo do uso da informática pelas empresas, e no meio público, não foi diferente. Muitos cargos e processos estão migrando para o estilo de Home Office. Dessa forma, há uma tendência de aumento na exigência de conhecimentos relacionados a informática.

Cuidado!

Muitas pessoas presumem que “saber mexer no computador” é o conhecimento suficiente sobre informática, porém, utilizar a tecnologia para lazer ou trabalho é bem diferente de dominar ela na teoria. Muitas rotinas acontecem de forma automática, o que na prova teórica, pode passar despercebido.

É possível estudar sozinho para Informática?

Sim, é possível, apesar de ser mais trabalhoso e exigir mais dedicação. No entanto, quando você está estudando uma disciplina que já não é da sua área, pode ser necessário uma orientação. Sozinho, o aluno corre o risco de acabar se aprofundando em um assunto que não costuma nem ser cobrado, por exemplo.

Se você quer mais dicas sobre informática para concurso, acesse o canal da Casatec no Youtube e fique por dentro de informações! A professora Sheila criou revisões dos principais assuntos. Acesse e assista.

Talvez você também goste...